março 11th, 2014 | | No Comments Yet

SpaceMETA raise US$ 10 MM from a Brazilian Fund Silvio Miglio

Silvio Miglio is a Brazilian entrepreneur with skill in participating in Big Challenges and structural projects in several sectors.

As a Business man, Mr. Silvio Manoel Lapa Miglio has suceed in several sectors and actually he is the bigger Etnanol producer in the Sergipe state in NE of Brasil.

In a recente visit of Mr. Sergio Cabral Cavalcanti , Founder of SpaceMETA , Silvio Miglio and him, have decided to announce the inittial fund raise of US 10 MM to be applied in a accelerations process for the innovations proposal projected by the SpaceMETA crew for the LUMEM – The Lunar Micro Explorer Mission.

SpaceMETA Board of directors have announced that it is considering also to apply this funds to bring some possible partnners that has significant development in others Teams and are in the actual stage of need seed funds to implement in a joint-venture way its dreams.

According Mr. Sergio Cabral Cavalcanti , – Mr. Silvio Miglio is a visionaire person with the courage to take risk in a way the really can make the diference for the future of human kind.

For more informations contact:

– Sergio Cabral Cavalcanti

– Silvio Miglio ( Silvio Manoel Lapa Miglio )

www.spacemeta.com

sergio@ideavalley.com.br

fevereiro 17th, 2011 | | No Comments Yet

Prezados Amigos e Clientes do IdeaValley,

Solitaire-SpaceMETA-Near Apollo 12 Ilustration

Solitaire-SpaceMETA-Near Apollo 12 Illustration

Gostaria de convida-los a conhecer o nosso novo projeto , WWW.SPACEMETA.COM , que passa a integrar a partir de hoje , oficialmente o seleto grupo de empresas capacitados a participar do Google Lunar XPrize , um desafio para lançar um modulo autônomo para realizar tarefas na superfície lunar.

Em breve teremos maiores informações sobre esse grande desafio.

Abraços.

Entrevista Sergio Cabral Cavalcanti para Revista Epoca sobre a SpaceMETA e o GLXP

Entrevista Sergio Cabral Cavalcanti para Revista IstoE sobre a SpaceMETA e o GLXP

Download (PDF, 251.53KB)


Download (PDF, 633.19KB)


Download (PDF, 633.18KB)


Download (PDF, 294.65KB)


Download (PDF, 294.65KB)

junho 3rd, 2010 | | No Comments Yet
CELSO FREITAS 1999 - GLOBO REPORTER COM SERGIO CABRAL CAVALCANTI - IDEAVALLEY

CELSO FREITAS 1999 - GLOBO REPORTER COM SERGIO CABRAL CAVALCANTI - IDEAVALLEY

Esse é um daqueles posts históricos que todos nos temos obrigação de escrever, e claro falta mesmo é disposicão. Em 1999, para aqueles aficcionados do uso de tecnologias emergentes, entre elas overclock de CPU, e furar o disquete para que ele suportasse dupla-face e com isso conseguirmos armazenarmos o dobro das informações, ou para os mais aventureiros, reduzir os ciclos de wait-state das memorias para conseguir uma performance maior, ate eh claro , tudo congelar ,,, No IdeaValley ( nessa época o nosso nome era CompuSystems ), viviamos uma experiencia interessante. Estavamos dedicando nosso tempo ao FIM DO MOUSE. Eramos um conjunto de pessoas que tinhamos combinado , ha quase 20 anos atras , que naquela ano nao iriamos utilizar o MOUSE !!! , e com isso teriamos que inventar alguma coisa para substitui-lo. Fizemos diverssas experiencias, e desde la , nao parei de seguir o estudo de novas interfaces naturais Homem Máquina. Nosso ponto alto foi quando p pessoal do Globo Reporte, da Rede Globo , resolveu fazer uma materia com nossa equipe, dirigidos por Jorge Pontual e Sandra Moreira, onde somos amigos ate hoje. E por acaso , esse foi o marco de entrada da GLOBO na Internet , quando o Globo Reporter , com Celso Freitas, Jorger Pontual e Sandra Moreira , fizeram o primeiro CASO no Brasil ligando Televisao com Internet … Hoje , um ato baastante comum ,,, Depois de quase 20 anos, resolvemos falar um pouco dos bastidores dessa experiencia. Nos tinhamos desenvolvido um software capaz de identificar por telemetria fontes de ultrasom. Isso era relativamente facil , e praticamente , todo Morcego saudavel é capaz de fazer isso. Logo, pensavamos , nao deveria ser dificil implementar umasolucao via software para 1-identificar fontes de ultrasom , e 2-por conseguinte , fazermos um radar para detectar posicao de morcegos. As experiencias para detectar morcegos eu vou deixar para outro post, porem posso adiantar que fomos atacados por diverssas especieis em nossa pacifica experiencia no morro 2 irmaos, lugar onde tivemos um contato do segundo grau com esses seres ( la pelos anos 90 ).

SERGIO CABRAL CAVALCATI ANEL ULTRASOUND - 1999 - IDEAVALLEY

SERGIO CABRAL CAVALCATI ANEL ULTRASOUND - 1999 - IDEAVALLEY

Basicamente, como vcs podem ver na foto ( acima ,e no video do Globo Reporter ) , eu estou usando uma fonte emissora de ultra-som que ficava preso ao meu dedo com uma especie de velcro , e possuia dois botoes ( heranca da cultura wndows , uma vez que MAC nessa epoca nao servia nem pra marca de fastfood ). Quando moviamos o anel-ultrasonico , uma framework colocado em frente ao temrinal do computador e previamente calibrado , deduzia por telemetria qual seria a posicao da minha mao , e ao apertar um dos botoes disponiveis, as acoes associadas pelo software eram tomadas.

Hoje em dia , nossos sistema de NUI , de Interface Natural Homem Máquina, deram passos gigantestescos, porem nada ainda , se comparado com o que Raymond Kurzweil preve para o momento da Siingularidade. Abracos e ate a proxima.

SERGIO CABRAL CAVALCANTI 1999 - GLOBO REPORTER - Tablet e Satelite em Grumari

SERGIO CABRAL CAVALCANTI 1999 - GLOBO REPORTER - Tablet e Satelite em Grumari

Se em 1999 , ja dava pra utilizar uma tablet-multitouch ( foto acima ) acessando a Internet via satelite la da praia de Grumari, como bem documentaram a equipe da Globo , imagine o que realmente da para realizar agora , duas decadas depois ( 2010 ) ???

-- Sergio Cabral Cavalcanti

www.ideavalley.com.br

maio 20th, 2010 | | 3 Comments
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-IdeaValley

IMAGINE UM MUNDO ONDE NEM TODOS TEM ACESSO AO PAPEL …

O MUNDO JA FOI ASSIM …

IMAGINE UM MUNDO ONDE NEM TODOS TEM ACESSO A COMPUTAÇÃO …

O MUNDO É ASSIM …

IMAGINE UM MUNDO ONDE NEM TODOS TERÃO ACESSO A AGUA …

PODEMOS EVITAR !!!

Esse foi o inicio de minha palestra,,,,

TEDxSudeste - Sergio Cabral Cavalcanti
TEDxSudeste – Sergio Cabral Cavalcanti

Agora vamos para o FIM dela, nos bastidores …

- Sr Sergio, com licenca, adorei sua palestra. Olha, eu estava la, em 2000 quando voces chegaram na Rocinha e criaram o CyberCafe. Eu ainda era pequeno ha 10 anos atras, porem me interesei pelo assunto. Vi tambem o trabalho do Sr na Africa, e fiquei emocionado. Olha Sr Sergio, hoje eu trabalho como programador no site Bolsa de Mulher, do Ideias Net, e comecei minha vida digital realmente no CyberCafe da Rocinha. Obrigado pelo que vcs fizeram la …

Emocionado, me divido entre um sorriso cerrado pelos olhos ja cansados da maratona TEDxSudeste completando quase 4 dias sem dormir, a exemplo de todos os colegas da comissao executiva , e a sencacao do dever cumprido…

TEDxSudeste-Sergio Cabral-Edson Carvalho-Rafael Henter-10 Anos de CyberCafe na Rocinha-Missao Cumprida
TEDxSudeste-Sergio Cabral-Edson Carvalho-Rafael Henter-10 Anos de CyberCafe na Rocinha-Missao Cumprida

Em 8 de Maio de 2010 tive a oportunidade de ser convidado para palestrar no TEDxSudeste , convidado pelos super-dedicados a causa , Elis Monteiro e o Leonardo Eloi. A principio parecia uma experiencia simples e nao passaria de mais uma apresentação, das inúmeras que tive a oportunidade de participar, porem eu nao tinha a menor ideia do que me esperava.

TedxSudeste-Sergio Cabral sobre Digital Divide e Design Thinking
TedxSudeste-Sergio Cabral sobre Digital Divide e Design Thinking

Nessa Palestra fiz questao de rever conceitos que tenho considerado fundamentais nos processos de Inclusao Digital:

1-Temos que evitar a divisao digital – Avoiding Digital Divide

2-Divisao Digital nao representa falta de acesso a Internet, mas sim o fenomeno provocado pela grande producao de dispositivos digitais sem a adequada disseminacao dos mesmos em escala global , criando diferenciais de competitividade artificial entre os habitantes do planeta.

3-BackBone deveria ser considerado Patrimonio da Humanidade.

TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo - Usando o ClassMate PC na Nigeria
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo – Usando o ClassMate PC na Nigeria

Nessa palestra, nos apresentamos alguns cases de adocao de alta tecnologia em comunidades necessitadas de melhores solucoes para seus problemas de uma forma geral, e como tese, acreditamos que apenas alta tecnologia em TI , Medicina , Educacao e outros setores, poderao re-incluir parte desta nossa sociedade que tanto precisa se posicionar de forma produtiva e competitiva para desenvolver melhores condicoes de sustentabilidade e desenvolvimento.

Por esse motivo, sempre utilizamos tecnologia de ponta em nossos projetos, sejam eles nanotecnologia para purificar agua poluida organicamente , seja no acesso a Internet com tecnologias seguras e de rapido acesso a alta disponibilidade.

TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo - Rocinha - Criancas experimentam Notebook WireLess
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Evitando a Divisao Digital no Mundo – Rocinha – Criancas experimentam Notebook WireLess

O TED é realmente algo diferente. As pessoas , a intenção, o objetivo, o modus operandis,  e como resultado, toda a atmosfera que existe ao redor desta reuniao de pessoas com um simples objetivo comum: Compartilhar Ideias.

TedxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-O que ? so tenho 15 minutos para apresentar 80 slides ?
TedxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-O que ? so tenho 15 minutos para apresentar 80 slides ?

Ao conhecer as pessoas que estavam envolvidas com o projeto, que a principio me pareceu uma ideia fantastica ao ser escolhido como alvo , o Planetario da Gavea no Rio de Janeiro, fomos nos envolvendo e quando menos notamos ja estavamos ha 3 dias praticamente sem irmos em casa, praticamente dormindo no proprio lugar do evento, transportando caixas, refrigerantes, palco, cabos, enfim, fazendo parte do processo de criacao, que me fez sentir num verdadeiro startup.

TEDxSudeste
TEDxSudeste

Pessoas como Adriana , Jack , Eloi , Mary , Dhaval , Cris , Paulo , Elis , e muitas outras que com certeza nao lembro do nome a esta hora da madrugada quando estou fazendo este post , sao pessoas que nos mostraram a força que existe quando estamo empenhado de sentimentos de generosidade para compartilharmos nossas ideias , e mais ainda, quando estamos abertos para receber inputs de outros visionarios.

TEDxSudeste - Leonardo Eloi
TEDxSudeste – Leonardo Eloi

Leonardo Eloi , Idealizador do TEDxSudeste.

TEDxSudeste
TEDxSudeste

Concentracao na casa da Jack …

Dhaval e Sergio Cabral cavalcanti
Dhaval e Sergio Cabral cavalcanti

Participar de um evento como o TEDx é algo que procurei dividir com os espectadores provocando-os para que no proximo TEDxSudeste, alguns deles , devessem estar ali exatamente aonde eu estava , palestrando e espalhando uma nova ideia. Para isso, utilizei como base um projeto desenvolvido por Michael Pritchard, e trazido a mim pelo Leonardo Eloi, conhecido como a garrafinha magica, dotada de nanotecnologia a serviço da humanidade.

No Final da minha palestra, nao pude deixar de mostrar essa tecnologia maravilhosa e falar sobre o potencial do Design Thinking aplicado a ideias inovadoras como esta.

Caso voce queira ver os videos ( ainda nao acabados da palestra e da parte  do design thinking com agua )  clique nas URLs a seguir. Abracos e ate o proximo TEDx , onde espero ver voce la em cima espalhando ideias e generosidades sobre seus pensamentos.

http://www.vimeo.com/11740910

http://www.vimeo.com/11739391

Na foto a seguir, uma sequencia de uma agua contaminada que nossa equipe providenciou de ultima hora, e que nem quero imaginar o que eles colocaram para que ela atingisse aquela cor , e em seguida o processo de purificacao usando o LifeSaver e a agua cirstalina e pura, isenta de bacterias e virus , pronta para mata a minha sede e do Eloi, que serviu de cobaia na demonstracao, quando o Tadeu Schimidt fugiu de fininho …

TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-LifeSaver-Preparando para Filtrar a Agua
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-LifeSaver-Preparando para Filtrar a Agua
TEDxSudeste-Sergio Cabral-LifeSaver
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-LifeSaver-Olha a cor a Agua que eles estao colocando apra eu beber !!!
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Design Thinking para Purificar Agua
TEDxSUdeste-Sergio Cabral Cavacanti sobre Design Thinking para Purificar Agua
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-LifeSaver-Agua pura com criterio de filtragem de ate 15 Nanometros
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti-LifeSaver-Agua pura com criterio de filtragem de ate 15 Nanometros

Finalizando, recomendo sua visita ao site do TEDxSudeste.com.br , e deixo aqui algumas fotos de bastidores … Abracos…

TEDxSudeste-Sergio Cabral-Turma do LifeSaver,Tadeu Schmidt,
TEDxSudeste-Sergio Cabral-Turma do LifeSaver,Tadeu Schmidt,
TEDxSudeste-Luigi Baricelli - Rodrigo Pimentel - Sergio Cabral Cavacanti
TEDxSudeste-Luigi Baricelli – Rodrigo Pimentel – Sergio Cabral Cavacanti
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti e Pedro Franceshi- Duas geracoes distantes de Programadores se encontram no TED
TEDxSudeste-Sergio Cabral Cavalcanti e Pedro Franceshi- Duas geracoes distantes de Programadores se encontram no TED
TEDxSudeste-Sergio Cabral apresenta o FREE-PAD com Plataforma INTEL
TEDxSudeste-Sergio Cabral apresenta o FREE-PAD com Plataforma INTEL
TEDxSudeste-Mary e Icaro Carvalho
TEDxSudeste-Mary e Icaro Carvalho
TEDxSudeste-Mary,Dhaval,Eloi,Maria Eduarda
TEDxSudeste-Mary,Dhaval,Eloi,Maria Eduarda
TEDxSudeste - Eloi e Cris
TEDxSudeste – Eloi e Cris
TEDxSudeste-As Eletricas Elis Monteiro e Michele
TEDxSudeste-As Eletricas Elis Monteiro e Michele
TEDxSUDESTE - IDEAVALLEY - NOS APOIAMOS ...
TEDxSUDESTE – IDEAVALLEY – NOS APOIAMOS …

www.ideavalley.com.br

Sergio@ideaValley.com.br

Google Buzz - IdeaValley Quick Review

Google Buzz - IdeaValley Quick Review

O Telefone toca, o MSN ronca , o Google Talk tambem, o Skype apita , o Blackberry geme, e o IPhone faz um barulho aleatório que por motivos inexplicados ele mesmo resolveu escolher depois que entrou e saiu do meu bolso ( ah esses projetos iniciais de interfaces touch … elas tem vontade própria ) , enfim, só a ADA, a cafeteira, nome dado em homenagem a primeira programadora de computadores, não ta fazendo algum barulho. De reprente todo mundo que conheço quer saber em 10 minutos o que significa o Google Buzz, e que só tem até o momento 10 minutos de vida. Topo o desafio, afinal, FUTURALIZAR é meu hobby favorito. Assim, antecipo aqui minha entrevista para o Jornal O DIA, que sairá na Quarta-Feira de Cinzas, do Carnaval de 2010, onde aproveitei para começar a refletir sobre alguns atos da empresa Google, e me veio uma certa saudade da MicroSoft.

Sergio Cabral Cavalcanti IdeaValley IdeaLabs

Sergio Cabral Cavalcanti  – IdeaValley & IdeaLabs

1. Sergio, o que o Sr. achou do Google Buzz?
Resumidamente acho o produto desnecessário ao mercado. Não trás inovações e a implementação apresenta conceitos iniciais fracos de segurança e privacidade. O Google Buzz, como idéia, é um conceito antigo, e segue o principio básico de um Agregador de funcionalidades, entre elas a de microblog, sendo claramente uma resposta ao grande sucesso conquistado pelo Twitter. Considero o produto uma variacao do Google Wave, e vejo a Empresa Google perdendo o brilhantismo que teve ate o presente momento, lancando produtos auto-fagicos e aparentemente desnecessarios ao mercado.

2. O que mais chamou sua atenção?
O Conceito de Auto Following foi um conceito postulado pelo IdeaValley ha mais de 4 anos, explorando as infinitas sinapses na desordem digital da Internet e chamavamos isso de Tribos Digitais Espontaneas. Porem, o Auto-Folowing do Google Buzz , precisa de sinalizadores adicionais para que , no final do processo de sindicalizacao, ou seja, quando as Tribos se formam, hajam chaves que permitam definir niveis de comunicacao e visibilidade entre tais Tribos e seus elementos.

3. O que há de mais positivo? Qual sua maior falha?
Com certeza a grande força do Google Buzz sera duas funcionalidades externas, porem intrinsecas a todos os produtos da Google, ou seja:  a Indexacao e o georeferenciamento. Acredito que os produtos de micro-blogagem que o Google tenta produzir, em um determinado  momento terão mais relevância na sua apresentação de resultados quando procurado pelo mecanismo de busca do Google, do que quando oriundo de outras plataformas como o proprio Twitter, e como ja acontece quando se procura um video, que sabemos que existe no Vimeo, porem na primeira pagina de resultados do Google, aparece as sugestoes de resutlados do Youtube. Mesmo sendo uma versao mais timida do Google Wave, o Google Buzz apresenta uma boa performance se comparado com seu auto-concorrente. Como grande fraqueza do Google Buzz, eu apontaria  a maneira como o Google implementou o auto-following, nao tendo a mesma elegancia que o FaceBook tem, quando “recomenda” pessoas que voce pode eventualmente conhecer ou se interessar em se conectar, baseados em criterios mais complexos do que uma simples existencia em sua agenda de contatos, como aparentemente o Google Buzz minera automaticamente, sem a autorizacao do usuario.

4. O que você gostaria de ver no produto?

Creio que o produto precisa urgentemente de um melhor controle e parametrização na formação das Tribos, e o Google precisa entender que as Tribos existem fora do Google e precisam existir para que o Google possa realizar sua principal missão; Indexar. Se o Google pretende que este produto seja realmente uma ferramenta para fazer frente ao Twitter ela precisa muito mais do que o Auto Folowwing, pois caso contrário a simplicidade de plataformas como o Twitter cuja curva de aprendizado é instantanea, terão uma tendencia maior de aceitação e sobrevivencia, por puro darwinismo digital.

5. O Sr acredita que ao lançar o Buzz o Google desistiu do Wave?
Em termos produtologicos, são produtos muito próximos e faz sentido dizer que o Google deveria optar por um deles, seja para evitar um processo auto-fagico, seja por darwinismo digital, ou pelo respeito aos usuários. Porém, o Google Wave tinha uma premissa inicial  bastante atrativa, que era de ser uma plataforma OpenSrouce com licença Creative Commons, o que animou bastante a comunidade de desenvolvedores, e trouxe segurança na adoção da plataforma para empresas de grande porte (Enterprises). Se o Google cumprir sua promessa de lançar o Wave como plataforma de código aberto, então o Google Wave poderá se tornar uma plataforma adotada dentro e fora das empresas. Ja o Google Buzz ainda não possui uma forte integração com o Gmail Corporativo ( Google Apps ). No fundo, acredito que o Google esta mais preocupado em aumentar sua cauda ( Cauda Longuissima ) de produtos a serem pendurados no Google DashBoard.

6. O Sr. acha que ele reforça o Google na briga contra Facebook e Twitter?
Nao acredito que o Google Buzz reforce qualquer posição do Google no cenário que envolve o FaceBook , Twitter e outros semelhantes. Pelo Contrário, vejo o Google cometendo o mesmo erro que a MicroSoft ( que certamente devera anunciar algo parecido em breve ), e se distaciando de sua missão principal, não evoluindo o motor de busca do Google para novas formas de pesquisas e novos modelos para o PageRank. Enquanto o Google lança um produto desnecessario ao mercado, empresas como a Viewdle ( www.viewdle.com ) se posicionam com um motor de busca para reconhecimento facial, coisa que o Google ja deveria esta disponibilizando há anos.

7. Gostaria de acrescentar algo que não foi perguntado?

Creio que as pessoas estao se perguntando se o Google esta agindo corretamente lançando produtos totalmente inesperados, e que podem levar o mercado ao desequilibrio e ao monopólio, ou então a um mercado controlado onde só a equipe do Google tem o direito de lancar tecnologias que sobrevivam. Acredito que o Google deveria respeitar genialidades externas como o FaceBook e o Twitter, produtos que são altamente carismáticos e possuem ja uma posição consagrada no mercado. Creio que o mercado adoraria ver o Google PROTEGENDO produtos de sucesso, mesmo que pseudo-concorrentes ao proprio Google. Outro ponto importante reside no fato da interface do Google Buzz nao apresentar nenhuma novidade na interação homem-máquina, e não apresenta novidades relacionados como por exemplo multitouch support, caracteristicos dos próximos sistemas operacionais e telas LCD.

*******

Sergio Cabral Cavalcanti em Entrevista para Marlos Mendes ( Jornal O Dia )

Sergio@ideavalley.com.br

IdeaValley & IdeaLabs

www.ideavalley.com.br

COMTEC 2009 - ANJ - IdeaValley - Rio de Janeiro - FLIP

COMTEC 2009 - ANJ - IdeaValley - Rio de Janeiro - FLIP

PARTE I – O Super FLIP do IdeaValley e a integração com o controle remoto do WII da Nintendo

Durante os dias 18,19 e 20 de Agosto de 2009 , o IdeaValley e o IdeaLabs apresentaram no XXIV COMTEC ANJ , da Associação Nacional de Jornais , algumas novas tecnologias para o segmento de Jornais Digitais.

Voce pode encontrar uma cobertura completa ( menos técnica ) da participação do IdeaValley em nossa seção de NEWS.

Neste post falaremos um pouco das tecnologias que foram apresentadas nesse evento e que fazem parte do road-map para os próximos passos das tecnologias desenvolvidas em nosso laboratório IdeaLabs.

FLIP COM WII Nitendo.

Sempre que fazemos algumas apresentações enfatizando passos futuros sobre as interfaces Homem-Máquina, recebemos em seguida várias solicitações sobre tutoriais ou caminhos para testes que poderiam ser realizados pelos nossos amigos. Desta forma resolvemos falar neste post um pouco do passo-a-passo que desenvolvemos no IdeaValley /  IdeaLabs para testes simples com o controle remoto do WII da Nintendo.

Uma das mais atraentes novidades na era dos vídeo games recentes , e sem dúvida um divisor de aguas entre o passado e o presente , é o WII da Nintendo. Assim como o ATARI marcou o inicio da era home-games , o WII e seus controles remotos dotados de acelerômetros ( sensores que medem a aceleração de um determinado objeto fisicamente acoplado a ele ) e uma câmera sensivel ao infra-vermelho , cuja fonte de sinal é aquela barrinha que colocamos em cima da televisão , criou-se uma nova tendencia de interface homem-maquina baseada em gestos. ( veja tambem esse post aqui @@@  sobre nosso encontro com o Johnny Lee da Universidade Carniege Mellon , em sua visita ao IdeaValley em Petrópolis  , um dos mais notáveis cientistas com trabalhos fantásticos desenvolvidos no segmento de interfaces homem-máquina ).

O WII da Nitendo , possui uma arquitetura razoavelmente aberta , e basicamente o segredo ( que não é tão segredo assim ) reside nos sensores embarcados que medem aceleração do controle e detectam fontes infra-vermelho nas proximidades.

A principio nao gosto muito da ideia de sentar em frente uma televisao por varias decadas e saber que existe uma fonte continua de LEDS emitindo infra-vermelho exatamente na minha direção , porém tenho certeza que ja devem existir diverssos relatórios falando contra e favor disso. Talvez encontremos até relatorios falando que faz bem para a saúde essa carga diaria de infra-vermelho e que isso não é nada se comparado com a probabilidade de cair um meteoro enquanto vc esta jogando video-game sentando no sofa da sua sala , logo o perigo dos raios infra-vermelhos deve ser desprezado. Resumindo: na dúvida deslige tudo quando nao estiver usando.

Voltando ao controle do WII. Quando Jonnhy Lee esteve conosco no IdeaValley , exploramos bastante os aspectos internos da camera que existe na frente do controle do WII. Essa camera tem a capacidade de reconhecer e seguir simultaneamente ate 4 Blobs. Esse Blobs sao criados pelos 4 LEDS existentes na barra emissora de infra-vermelho , que estão arupados dois pares em cada extremidade da barra emissora , e que geralmente se coloca em cima do televisor. O Termo Blob é utilizado nesse tipo de projeto  é uma alusão ao antigo filme de @@@ chamado A COISA ( The Thing ). Um Blob é exatamente aquilo. Algo meio parecido com um besouro que colidiu com o para-brisas do seu carro em alta velocidade. Aquilo é um Blob.

A Camera do WII consegue pegar aquele Blob , ou seja , o tiro de raio infra-vermelho que a fonte em cima da televisão esta emitindo para a toda a sala de sua casa , e reduzi-la a um ponto de informação que pode ser melhor processado como fonte única e pontual de informação , ao invés de uma mancha de luz explodida ( lembre-se do besouro no vidro )

Desta forma , é possivel traçar uma telemetria de posicionamento espacial sobre onde se encontra o controle remoto em relação a um dado referencial ( a própria fonte , que esta em cima da televisão , e por conseguinte , um referencial em relação a televisão. ) detectando assim movimentos laterais , de subida e descida , e tambem de aproximação e afastamento , neste último caso , analisando a variação da distancia computada entre os 4 Blobs gerados pela fonte. ( quanto mais afastado , mais próximo os Blobs apareceram internamente na camera sensora )

Com o objetivo de minimizar ao máximo qualquer impacto no desenvolvimento da nossa aplicaçnao FLIP , neste caso o SUPER FLIP ( detalhado minuciosamente mais adiante ) , escolhemos utilizar um framework que estivesse disponivel para todas as plataformas Mac e PC , e optamos pela WIIMOTE. Caso vc deseje implementar um experimento com essa tecnologia , vc precisara baixar e instalar esse codigo , que aparente boa estabilidade e nao pedirá o seu cartão de crédito , e para isso faca uma query no Google similar a: wiimote XXXXXX download @@@ . Tome cuidado para estar baixando a informação de um site seguro , pois existem alguns raptorswares que figem se passar por um determinado Software.

Voce pode acompanahr um DYI ( Do It YourSelf ) SUPER FLIP with WIIMOTE aqui @@@ ( youtube.com/ideavalley123 ) e tambem poderá aplicar esses experimentos a praticamente qualquer SoftWare , criando uma interação diferenciada para seu aplicativo. Com certeza usa-lo com o midia-player de sua preferencia sera um bom recursso.

Apos a instalação do WIIMOTE , vc deverá testa-lo e calibra-lo para se familiarizar com os recurssos disponíveis. No painel de configuração do WIIMOTE vc poderá ativar os acelerometros e observar os 6 graus de liberdade disponível para movimentos nos tres eixos x-y-z e tambem poderá monitorar os Blobs gerados pela fonte infra-vervelha ( não esqueça de ligar o Nintendo ou uma fonte emisora em separado ).

Vale lembrar que os dados telemétricos entre o controle remoto e o seu computador serão transferidos via Bluetooth , e desta forma vc precisara associar o controle remoto ao seu computador e para isso existe um procedimento único para ser realizado. Vc pode ver esse procedimento aqui @@@.

Apos as configurações iniciais realizadas , no mesmo painel de configuraçnao do WIIMOTE vc precisará ativar a integraçnao do WIIMOTE com o Mouse. Geralmente isso é realizado clicando em um checkbox em algum lugar do sistema. É so ler com atenção e vc encontrará com facilidade essa feature.

Feito tudo isso , ao mover o controle remoto no espaço , o ícone do Mouse deverá acompanhar os movimento na tela do computador. Vc também poderá associar eventos de Mouse aos clicks nos botões do controle remoto e para isso existe tambem uma tela de configuração no WIIMOTE.

Resumindo: Temos um controle remoto cuja variacao da velocidade pode ser medido em relação ao planeta Terra ( fonte de campo gravitacional e referencia inercial ) e cuja posição pode ser medida em relação a sua televisão ( cuja fonte de sinal infra-vermelho esta posicionada na parte superior )

Agora tudo deve estar pronto para uma nova experiência em interfaces Homem-Máquina e vc poderá exprimentar a interaçnao do controle remoto do WII com o seu comptuador e vários aplicativos existentes nele. Podemos então falar um pouco do SUPER FLIP na próxima parte deste Post. Ate la …

– www.ideavalley.com.br ; www.tintadigital.com.br

– Sergio Cabral Cavalcanti – sergio@ideavalley.com.br

Google-PageSense-Idea

Olá , esse sera um post muito rápido , e ele representa o resultados de quase dois anos de pesquisas e insistência em um modelo que nós do IdeaValley acreditamos muito para Jornais Digitais e outros modos de segmentação de publicidade incluindo dispositivos mobiles , e computação ambigua.

Depois de converssarmos bastante com a equipe do Google  , e trocarmos diversos emails , conseguimos uma nova arquitetura de interface tecnológica   onde podemos ter um melhor controle de segmentação dos nossos anúncios AdSense ( Copyright Google ) e PageSense ( Copyright IdeaValley ). Desta forma , a Suite PageFLIP , PageTrack , PageNews e PageSense passam a ganhar um poderoso recursso de interação em segmentação de anúncios relevantes para seus usuários.

Finalmente podemos oferecer aos nossos leitores uma poderosa ferramenta com o melhor da segmentação para anúncios digitais relevantes para nossa audiência.

Em breve estaremos falando um pouco mais sobre os resultados de nossas experiencias e desde ja , fico a disposição para aqueles que quiserem converssar um pouco mais sobre o assunto atraés do meu email: sergio@ideavalley.com.br

Em breve , em cada página de Jornal , Revista ou Mobile produzido pelo IdeaValey , vc recebera um anúncio onde o IdeaValley desenvolvera os máximos esforços para te entregar uma forte segmentado e relevancia  para suas necessidades de recepção de publicidade.

Agradecemos ao Google pelo suporte técnico fornecido e a todos os nossos Clientes que acreditam  em mais uma inovação desenvolvida pela nossa equipe no IdeaValley.

Equipe IdeaValley - PageSense - FLIP - DSC02539-Sergio Cabral-Juliana-Dominique-Google-IdeaValley

Equipe IdeaValley - PageSense - FLIP - DSC02539-Sergio Cabral-Juliana-Dominique-Google-IdeaValley

Até a próxima.

– Sergio Cabral Cavalcanti

www.ideavalley.com.br

Johnny Lee , considerados um dos 30 maiores cientistas da atualidade ( na primeira decada de 2000 )  , e que ficou popularizado pelos seus trabalhos no desenvolvimento de novas formas de interação Homem-Maquina utilizando o Nintendo WII passou uma semana na cidade de Petropolis por ocasião do Primeiro FTP – Festival de Tecnologia de Petropolis.

Johnny Lee - FTP - Petropolis

Johnny Lee - FTP - Petropolis

Tive a oportundiade de , no ultimo dia do Festival palestrar imediatamente a ele , e também hospeda-lo no IdeaValley em Petrópolis e na minha residência no Rio de Janeiro na Barra da Tijuca.

Passamos praticamente uma semana , também em companhia do Antonio Marques fundador do projeto Tangível ( ww.tangivel.com.br ) , e responssavel pelo Design Conceitual do IdeaValley , discutindo sobre tendências e novas interfaces para os próximos anos e que serão incorpradas ao FlipSuite.

A palestra do Johnny , abrindo o ultimo dia do Festival foi muito itneressante , e como sempre brilhante na visão , e todos os espectadores presentes puderam conhecer de perto o pensamento de Johnny sobre suas realizacoes utilizando os controles do WII , desmistificando projetos desta natureza , onde o equilibrio entre simplicidade e genialidade abrirao uma nova perspectiva nesse setor.

Johnny Lee - Controles do Nintendo WII

Johnny Lee - Controles do Nintendo WII

Apos a palestra do Johnny Lee , Eu ( Sergio Cabral ) e Antonio Marques tinhamos a dificil missão de , imbuidos do sentimento Brasileiro , mostrarmos uma participação a altura de nosso colega Sino-Americano.

Sergio Cabral Cavalcanti - FTP - Novas Interfaces Baseadas em Gestos

Sergio Cabral Cavalcanti - FTP - Novas Interfaces Baseadas em Gestos

Nossa palestra começaria , por sugestão de nosso parceiro do IdeaValley Japan , Mr. Fuminori Paul Naruse , mostrando um trailler do Filme Minority Report com Tom Cruise , e em determinado momento , aquele que todos conhecem onde Tom Cruise comeca a manipular por gestos , imagens de um banco de dados de eventos , nos interrompiamos a cena do Tom Cruise , e passavamos a assumir os controles da apresentacao , utilizando os mesmos gestos do Tom Cruise , porem sem luvas especiais , apenas baseados em reconhecimento de gestos por parte de um computador que ficava acompanhando meus movimentos e interagindo com o sistema de projecao. O Unico problema é que nunca tinhamos testado por completo nossos coneitos e tão pouco a tecnologia em um ambiente não controlado , e o mesmo apresentava algumas instabilidades quando mudavamos de um ambiente para o outro em termos de luminosidade.

Minority Report

Minority Report

Um dia antes da Palestra , Johnny Lee estava nos visitando no IdeaValley em Petrópolis e converssamos muito sobre o futuro das interfaces e falamos para eles que em nossa visão , nao acreditávamos em um futuro onde a interação Homem-Maquina depedenria de diverssos tipos de devices. Em nossa visao tudo seria atraves de uma metafora similar as interações entre humanos , ou seja , gestos , e tavez pudesse haver espacos para um device universsal , mas que ainda nao sabiamos que tipo de device seria esse.

Apos uma longa noite nos laboratórios do IdeaValley Petrópolis , onde também mostramos uma de nossas versões do sistema MultiTouch IdeaValley Tangivel , onde usamos uma T-Shirt Branca para receber uma projecao computacional , capaz de sofrer interacoes multitouch humana , diferentemente do projeto do Jeff Han , como apresentado no TED Festival , levamos Johnny Lee para comer um dos nossos crepes favoritos em Itaipava , e possivelemente brindar a sua primeira Caipirinha ao puro estilo Brasileiro e nos desejar uma boa sorte para o dia seguinte , onde ambos apresentariamos nossas visoes ( aparentemente nao tao convergentes sobre o futuro … )

Johnny Lee - Sergio Cabral - IdeaValley

Johnny Lee - Sergio Cabral - IdeaValley

Johnny Lee no IdeaValley / IdeaLabs testando o gerador de BLOB

Johnny Lee no IdeaValley / IdeaLabs testando o gerador de BLOB

Johnny apresentou diverssos videos de experimentos , porem nao tivemos a oportunidade de presenciar todas as suas experiencias ao vivo , mas nao por isso , deixamos de vivenciar as possibilidades que existem no desenvolvimento de novas inerfaces para a interacao homem-maquina e do fantastico trabalho desenvolvido por ele.

Johnny Lee - FTP 2008 - Petropolis

Johnny Lee - FTP 2008 - Petropolis

Nossa apresentação focou em experiencias em tempo real e nosso objetivo era o de motivar aos espectadores a se imbuirem do espirito DYI ( Do-It-Yourself ) , ou seja, faca voce mesmo quando chegar em casa.

( VIDEO )

O Tema principal de nossa palestra foi mostrar que a ciencia tem andando a passos interessantes , e em conformidade com a teoria dos retornos acelerados de Raymond Kurzweill ( www.kurweilainet.net ) / teoria da Singularidade , e tinhamos em mente montar uma parodia onde mostravamos a nossa versao do Minority Report , ou seja , nos faziamos uma fusao entre os gestos do Tom Cruise e os nossos proprio gestos , sendo que Tom era ficcao Hollywoodiana e o nosso era uma demosntracao em tempo real , e depois falavamos sobre alguns erros ( pelo menos ate agora ) das visoes de Hollywood / Ficcao e do desenvolvimento Cientifico real.

Sistema Tangível Reconhece um Rosto desenhado na mão de Sergio Cabral IdeaValley

Sistema Tangível Reconhece um Rosto desenhado na mão de Sergio Cabral IdeaValley

Em um cenário ,  tinhamos máquinas dominando humanos , mostramos Humanos dominando máquinas , como por exemplo o video entitulado Big Dog , um projeto entre Carnieg Mellon , universsidade do Johnny , e a empresa Boston Dynamics ( veja aqui http://www.youtube.com/watch?v=cHJJQ0zNNOM ,,, uma boa query no Youtube é procurar por Big Dog Boston Dynamics ). Onde tinhamos Marcianos invadindo a terra , terminamos mostrando a Phoenyx caminhando ( invadindo ) Marte.

Guerra dos Mundos

Guerra dos Mundos

Phoenix Marte

Phoenix Marte

Tudo isso , foi mostrado através de um foto album cuja forma de apresentacao era baseada na analise de gestos que o computador realizava naos maos do Antonio Marques , enquanto eu , que fiquei com a melhor parte da apresentacao , narrava essa visão estórica do futuro e dos enganos hollywoodianos.

Apos essa breve alusão cinematografica , que utilizamos para motivar os espectadores , mostramos um uso para a biblioteca OpenCV ( Open Computer Vision ) da Intel Corporation , onde montamos um sistema capaz de realizar reconhecimento de formas faciais e calcular nossa distancia para o computador e movimentacao panoramica , realizando assim uma simulacao de janela virtual , onde , em funcao de nossos movimentos , o computador utilizando OpenCV , nos apresentava uma nova perspectiva de imagens carregdas em sua Tela.

Tudo isso , baseado em gestos , através de uma técnica de reconhecimento denominada de “Harcascade”.

No final , o ponto alto de nossa apresentação , que honrrosamente contava com a presenca do Johnny Lee sentado na primeira fileira , e que como todo bom gringo , nao deixa o bloquinho de anotacaoes descanssar , resolvemos apresentar noosa versao multitouch , construída em 5 minutos de um piano virtual , sensivel ao toque e polifonico !!! , ao custo de uma camiseta branca , usada como ante-paro para projeção ( vamos esquecer por enquanto o custo do notebook e do projetor de alta resolução ).

Sergio Cabral IdeaValley - Johny Lee MicroSoft - Palestra FTP 2008

Sergio Cabral IdeaValley - Johny Lee MicroSoft - Palestra FTP 2008

Sergio Cabral Cavalcanti - Piano Virtual Reconhecendo Gestos - FTP 2008

Sergio Cabral Cavalcanti - Piano Virtual Reconhecendo Gestos - FTP 2008

Sergio Cabral Cavalcanti - Computador Reconhece Gestos / FlipSuite - FTP 2008

Sergio Cabral Cavalcanti - Computador Reconhece Gestos / FlipSuite - FTP 2008

Pronto , nossos 50 minutos de aprensentacao ja esgotara os  5 minutos adicionais e o show tinha que continuar.

De noite , uma sexta-feira de Agosto de 2008 , fomos todos para o Rio de Janeiro , e levamos o Johnny Lee para uma pescaria no Leme , no outro dia , uma noitada no Baixo Leblon com pit-stop pelo BB Lanches e Pizzaria Guanabara , e como grand-finale de despedida do Brasil , um jantar em uma churrascaria da Barra da Tijuca , alias , programa preferido entre 9 de 10 dos nossos visitantes ( ainda bem que o Johnny Lee nao pediu apra conhecer a HELP … sem comentarios ).

Johnny Lee - Sergio Cabral - Pescando no Leme - Rio de Janeiro

Johnny Lee - Sergio Cabral - Pescando no Leme - Rio de Janeiro

Sergio Cabral - Johny Lee - Glaucia Mayer - Antonio Marques - BB Lanches - Rio de Janeiro

Sergio Cabral - Johny Lee - Glaucia Mayer - Antonio Marques - BB Lanches - Rio de Janeiro

hnny Lee ( voces colocaram acucar aqui dentro ) - Sergio Cabral - Glaucia Maeyr- Antonio Marques- IdeaValley

hnny Lee ( voces colocaram acucar aqui dentro ) - Sergio Cabral - Glaucia Maeyr- Antonio Marques- IdeaValley

Depois de Autografar em minha casa alguns controles remotos do WII , levamos o Johnny no aeroporto e ouvimos dele a revelação que estaria recusando todas as propostas que tinha recebido para trabalhar no Google e em outras empresas , e iria iniciar uma carreira em Seattle , na MicroSoft , nossa veterana amiga e parceira em projetos MultiMidia ( um dia coloco o Post com algumas fotos no escritório do Bill ).

Johny Lee  - Sergio Cabral - Rio de Janeiro

Johny Lee - Sergio Cabral - Rio de Janeiro

Johnny Lee e o IdeaValley no Crepe em Itaipava

Johnny Lee e o IdeaValley no Crepe em Itaipava

Converssamos muito sobre tecnologia , visao , e futuro das interfaces e semrpe estamos em contato , trocando sempre informacoes , e acreditem , é sempre uma grande tentacao nao sentar no computador e escrever um post com todas as informacoes que temos , o que um dia sei que irei me culpar por nao ter trocado mais informacoes com voces.

No final desta estória super empolgante , vemos o lançamento do PROJECT NATAL ( veja aqui no yotube http://www.youtube.com/watch?v=p2qlHoxPioM ) em 2009 na E3 , a grande feira de Eletronic Games nos EUA , onde a MicroSfot / Johhny Lee , apresentam o novo projeto para o XBOX 360 , com reconhecimento de gestos em evolucao aos trabalhos iniciais do Johnny Lee sob plataforma WII. Sem duvida um grande futuro para diverssos novos projetos onde homem-maquina poderao interagir de uma forma mais natural e intuitiva.

Project Natal XBOX - Gestos ao invez de Controles

Project Natal XBOX - Gestos ao invez de Controles

Antonio Marques do Laboratório Tangivel do IdeaValley - Gestos para o Foto Album

Antonio Marques do Laboratório Tangivel do IdeaValley - Gestos para o Foto Album

De curioso e mitológico no PROJECT NATAL ,seguindo o hábito que a MicroSfot tem para criar code-nomes para seus projetos baseado em nomes de cidades importantes , fica o boato que NATAL é uma homenagem a cidade natal de um de dos desenvolvedores da visão do projeto e por uma feliz coincidência , é também a cidade onde nasci. Mas repito , é só uma feliz coincidência.

Prevendo um futuro de interação natural homem-máquina , me pergunto como será na próxima onda tecnológica , a interação inverssa , ou seja Máquina-Homem , ou como será o processo onde as máquinas expressarão seus estados ( sentimentos , pensamenos ) para os humanos !!!

– Sergio Cabral Cavalcanti / Antonio Marques

Sergio@IdeaValley.com.br

www.ideavalley.com.br & www.idealabs.com.br

IBOPE

IBOPE

“CAN FLIP MAGAZINES BE COMPARED WITH PRINTED VERSIONS ?

FLIP : THE MISSED LINK”

Em 2005 , O IBOPE realizou uma pesquisa sobre o uso de tecnologias de Revistas Eletrônicas no format FLIP , e publicou os resultados deste trabalho no Congresso Mundia sobre  Midia Digital em Praga.

A pesquisa e apresentação entitulada “CAN FLIP MAGAZINES BE COMPARED WITH PRINTED VERSIONS – THE MISSED LINK” , possui conclusões interessantes e o FLIP Suite do IdeaValley ( Citado na referencia Bibliográfica no. 10 ) foi usada como uma das plataformas principais para os testes , utilizando o veiculo IT-MIDIA no Brasil , nesta época produzido pelo IdeaValley.

Grande parte do foco do estudo foi a realização de uma avaliação comparativa entre as retenções de atenção relacionadas as pulicidades e conteúdos apresentados nos dois formatos.

Voce pode encontrar AQUI os originais cedidos pelos Autores.

Entender o comportamento dos usuários diante de novas tecnologias é parte fundamental para as definições que completarão as  estratégias de inserção , posicionamento e medição de publicidade nas novas midias.

Vale a pensa conferir esse pioneiro estudo realizado pelos diretores do IBOPE Media Brasil , Srs. Alexandre Crivelaro e Giovanni Tonelli , onde o FlipSuite do IdeaValley serviu de base para os testes principais com midia rica.

– Sergio Cabral Cavalcanti

Sergio@ideavalley.com.br

www.ideavalley.com.br

Google Wave 2

Recentemente recebemos o convite para participar do Google Wave Developer.

Vou fazer uma breve descrição aqui das primeiras impressões e de algumas features super legais que experimentei nesse primeiro contato.

Inicialmente , vale lembrar que o Google WAVE promete uma plataforma OPEN SOURCE ,,, Cool. :)

Google WAVE , desenvolvido pela mesma equipe que vendeu o MAPS para o Google , ainda eh uma grande incognita sob o ponto de vista de produto para mim. As vezes penso que o Google resolveu colocar toda a internet dentro de um único produto: Messagens , Colaboratividade , Smart History , Rede Social , Emails , Target Behavior , Chat , Sala de Chat , Twitter , e até fragmentos do IRC ( vc pode fazer buscas em “canais” especificos com linguagem na linha de comandos ) ,,,  a lista nao para.

Inicialmente , a primeira impressão eh a que , mesmo sendo um produto totalmente Browser based , ou seja PLUGIN-LESS , o consumo de CPU dispara. No meu Mac Book Pro , com 4 Giga de Ram , Intel Core 2 Duo ( incrivel como esse tipo de frase fica obsoleta e cafona tao rápido ) o gráfico do IStat PRO com o Cooler disparado …

Google Wave CPU

Como um extranho no ninho , e olhando para o Dashboard inicial do WAVE , minha primeira mensagem  WAVE , foi perguntar se havia alguem do Brasil tambem no Developer Test , porem , imagine , o quão dificil seria se vc acabasse de instalar o seu messenger pela primeira vez e quizesse falar com o mundo ??? Alias , isso de fato certamente  aconteceu quando vc instalou os seus primeiros clients de comunição/chat. e continuou acontecendo até alguém disponibilizar a feature Importar-Lista-de-Contatos. No WAVE , inicialmente eh um pouco diferente; existem Robots , uma especie de Usuário Autômata ( que quando vai para sua lista de contatos vira um Contato Virtual , mas essa nomenclatura não existe formalmente na linguagem WAVE , o nome técnico eh Robot ) … Existe um Contato Virtual chamado public@a.gwave.com , que quando esta adicionado em algum WAVE ( converssa , etc ) , automaticamente mostrará sua mensagem para todos os usuários do Planeta que estejam conectados no WAVE e com esse filtro aberto. Parece uma idéia fantástica ,,, eh uma mistura de twitter com google-talk com gmail e com um nível de inteligência de retaguar bem sofisticada ,,,

Outro aspecto interessante esta na possibilidade de categorização de suas menssagens / converssas atraves de Tags. Alias , para simplificar vamos chamar as messagens/converssas/emails/etc de simplesmente WAVE , que eh a terminologia mais apropriada e aparentemetne segue a filosofia de Desgin do produto. Assim vc pode falar que cria um WAVE ( na verdade existe um botão no sistema chamado: New Wave , e não eh o genero de música a la B-52 dos anos 80 ).

Google WAVE - New Wave

Vc pode incluir nos seus Waves , fotos , arquivos , e ainda manter uma forte integração com sites/portais externos como fonte e destino de informação.

Para ilustrar um pouco apresente a tela inicial  do WAVE e o nosso primeiro WAVE. No momento nao posso mostrar mas informações pois o TOS nao permite muita divulgação dos aspecos internos.

Google Wave - Primeiro Teste

Finalizando esse primeiro ensaio , apresentou outra tela bem interessante do Google WAVE para ilustrar a facilidade de criacao de WAVEs espertos. Na realidade , nada que nao esteja disponivel na maioria das pltaformas tecnologicas disponiveis , porem com uma forte enfaze no fato do Google WAVE reunir em um unico ambiente , aparentemente PLUGIN-LESS , uma seria de features bastente atraente.

Nesse WAVE , vimos uma mensagem que apresenta uma campanha de votacao com atualizacao em tempo real do resultado , dentro do proprio WAVE ( post ) , sobre quem quer comprar uma WAVE T-Shirt … Rápido e facílimo de implementar ,,, e , como ja explicado anterioremente , se vc quiser que o mundo conheca seu post , vc adiciona a ele o usuario public@a.gwave.com ou se quiser que ele entre no grupo de discussão , vc adiciona o usuário wave-discuss@wavesandbox.com

Google Wave - TShirt
Abracos,

– Sergio@ideavalley.com.br

www.ideavalley.com.br